domingo, 2 de outubro de 2011

ERÓTICA




Palavras de paixão
obsessivas
num silêncio erótico.
A fala dos gestos
na linguagem dos sentidos.
O veludo da tua pele,
o vermelho dos teus lábios
o agridoce do sexo.
Querer estar em ti
não estando em mim.
Dizer dos corpos
numa aventura
por estranhas paragens
onde só nós existíamos.
O amor!
O nosso amor era uma droga,
dura,
que nos levava
por mundos inventados.
Tudo isso
me contava teu corpo
na conversa que tínhamos
a dois.



14 comentários:

Maria disse...

Fortíssimo! E muito belo!

lidia-la escriba-www.deloquenosehabla.blogspot.com disse...

bellisimo!!!! especialmente!
te he contestado,en otra página,lo que pienso,de las madres...
un abrazo,muchas gracias!
lidia-la escriba

Anónimo disse...

Muito bom. Akhen um poeta que deve ser publicado.

mARa disse...

...Belo!

Saudades, e por falar em saudades estou matando-a todos os dias, leio o que escrevestes, e por vezes levo comigo, apenas para tê-lo por breves instantes bem perto, bem perto.

(estou postando tuas Poesias com os créditos no facebook)

Marilu disse...

Querido amigo,

É Natal...
Um momento doce e cheio de significado para toda a nossa vida...
É tempo de repensar valores,de ponderar sobre a vida, e tudo que nos cerca.
É o momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperanças que mora dentro do nosso coração para termos um mundo com muito mais Amor e Paz!!!
Desejo a você e toda a sua família um Natal abençoado e cheio de alegria.
FELIZ NATAL!!!!!

Beijocas de luz e paz...

Marilu disse...

Querido amigo,

Ter asas é viver intensamente as coisas simples e belas do dia a dia.
Ter asas é ficar em silêncio e ouvir dentro da gente, o Deus que habita cada coração.
É isso que lhe desejo para o Ano Novo que está chegando...
Que você tenha asas como as águias.
Que a lua e as estrelas emprestem um pouco do seu brilho, para iluminar o Novo Ano,
e que Deus nos dê "Asas de Águia" para voarmos bem alto na construção de um mundo melhor.
Tenha um Feliz e abençoado Ano Novo ao lado daqueles que você mais ama. Beijocas.

Iane Rubens de Mello disse...

Amigo,


comento por aqui por não ter outra forma, não possuo seu email, nem nenhum outro tipo de contato.
venho aqui esclarecer que não havia visto seu comentário que continha esse poema em 02.10.11, nem nenhum dos outros comentários. Vi somente hoje, pois percebi que a caixa de spam estava com comentários.
portanto não houve nada do que pensou...teria publicado seu poema com o maior gosto.
espero ter sido desfeito o mal entendido.
Aguardo sua visita.
Bjs.

mARa disse...

Depois de um tempo é bom estar aqui, relendo-Te!

Tempo bom esse que nos presenteia com palavras doces e picantes.

Beijo!

Saudade Imensa!

mARa disse...

É sempre bom envolver-se em tuas palavras, esse aconchego que acarinha, alento intenso que traz Paz.

Beijão!

mARa disse...

Beijo! Você faz Falta!

Anónimo disse...

Infelizmente o "autor" já não está entre nós fisicamente, não que isso interesse "como diria ele". Mas neste momento que encontrei o seu blog, senti que tinha a obrigação de avisar os seus seguidores, já que nunca em tempo da sua vida visitei este mar imenso de poesia!

Casuisticamente encontrei o teu papelito escrito por ti, com a morada do teu blog.
Nada é por acaso! Até um destes dias "navegante das palavras". Encontramo-nos por aí!

Anónimo disse...

Saudades e mais saudades das longas conversas que travámos. Tive o previlégio de as ter.
Tu dizias que eu era "a preferida" e eu adorei-te por te tentar perceber! Percebi-te?

Abraço-te na imensidão dos tempos! Não há ontem!
Não há hoje!
Haverá amanhã?


Anónimo disse...

Todos o conheceram ... mas nenhum de vós o entendeu ...

mARa disse...

Saudades!

Alma LInda!