sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

SER POETA II



Ser poeta, é ser igual a toda a gente
Sonhar em versos como vê o mundo,
Mas descrevê-lo de forma diferente
Tendo o amor por sentir mais profundo.
                     .......
Colher no ar as palavras que passam,
Delas compor um ramo de ternura
Para quando os amantes se entrelaçam
Esquecerem das palavras as mais duras.
                     .......
É em metade dizer tudo inteiro
Cantar o céu como cantar a flor
Mesmo a mentir ser mais verdadeiro
                     .......
Chorando a cantar p'ra esconder a dor.
É ser leão com balir de cordeiro
É ser terno e doce ao falar de amor

6 comentários:

Lídia Borges disse...

Muito bem conseguido este soneto.

Lindo!

"É em metade dizer tudo inteiro
Cantar o céu como cantar a flor
Mesmo a mentir ser mais verdadeiro"

Sim, isto é ser poeta!

Um beijo

Maria disse...

Akhen

O poema do Ary dos Santos que coloquei lá encontra-se publicado no livro "O sangue das palavras".

Este teu soneto é muito bonito...

Bom fim-de-semana.

Lara Amaral disse...

Ser poeta é escolher se doar em palavras para a alma satisfazer.

Amei seus poemas sobre nós, anjos teimosos que escrevemos sobre tudo.

Beijos.

Deusa Odoyá disse...

Meu querido amigo e poeta.
Adorei, tudo se encaixa completamente.
A poesia é tudo em nossas vidas.
nosso complemento, nossa casa, nossoamor e nossa alma.
Ser poeta é deixar extravssar tudo que temos de mais sagrado dentro de nos.
Como se fosse um recanto escondido do teu segredo encontrado.
Como se fose a chuva miuda que te clama para a margem de um certo rio de janelas luminosas.
Parabéns, meu lindo amigo e poeta.
Uma semana de muitas realizações, paz e maor.
Beijinhos doces da sua amiga.

Regina coeli.

Joicinha disse...

ser poeta e sentir as palavras, e expor todos os sentimentos sem vergonha. É poder rir de si mesmo e entender que todos estão aprendendo com os erros do dia-a-dia.

Bjs

Joicinha

Wania disse...

Akhen

O amor é assim... É em metade dizer tudo inteiro!

Que coisa mais liiinda este teu soneto, parabéns!
Vim retribuir a tua amável visita ao meu cantinho e a bela poesia que deixaste registrada lá.
Gostei daqui, voltarei mais vezes!

Bjs